Do papel para o altar

Vocês já devem ter percebido que muitas das minhas ilustrações são utilizadas em casamentos. Meus desenhos podem ser usados em plaquinhas para a cerimônia, chá de panela, chá de lingerie, convites de casamento, aplicações na papelaria de todo o evento, Save the date e o que mais a imaginação dos noivos permitir.


Wedding_Grande2

Os anos vão chegando e os casamentos de amigas e famílias começam a surgir. Foi assim que comecei a pensar em presentes que eu poderia dar, mas que compusessem a casa da nova família que estava se formando. Logo depois, começaram a aparecer pedidos e uni o útil ao agradável. Afinal, quem não ama um casamento? Eu sou dessas que chora litros durante a cerimônia e sempre faz de tudo pra pegar o buquê!

Eu tive o prazer de participar de alguns casamentos que utilizaram ilustrações minha. É tão emocionante quando a dama de honra entra com a plaquinha feita por mim para anunciar a chegada da Noiva e ter a consciência de estar participando, mesmo que indiretamente, da história do casal.  Quando a noiva ou noivo são muito meus amigos eu ainda os presenteio com um quadrinho, no chá de panela, no salão ou até mesmo na festa.

As ilustrações são sempre muito sentimentais. Eu me inspiro nos votos, no sentido da palavra “lar”, emoções e busco transmitir a versão mais pura do romantismo. E o meu público para esse tipo de trabalho é bem amplo. Basta acreditar no amor e se identificar com o meu traço.

Para aqueles que querem presentear os noivos, a ilustração é um mimo único e cheio de significados. Vale a pena apostar. Eu procuro fazer trabalhos personalizados, por isso é você quem vai me dizer o que pode agradar os noivos e fazer desse gesto um presente com boas recordações.

Wedding_Grande

E tudo isso me ajudou na participação do evento Wedding Day, em Cuiabá. Era um momento em que eu precisava de um empurrãozinho. A Izis Dorileo me fez o convite e desenhei a noiva usada no evento. Eu lembro que foi uma das ilustrações mais rápidas que fiz por conta da minha ansiedade para que tudo desse certo. E foi sensacional ver como uma ilustração minha pode ser aplicada em outros materiais. Foi a primeira vez que escutei elogios de pessoas que não conhecia e percebi que estava sendo reconhecida e apreciada.

Até aquele momento a ilustração era meu “hobby”, fazia quando sobrava tempo ou quando me pediam. Esse evento abriu meus olhos para um novo mercado e eu passei a me enxergar dentro dele.

Leave a reply

Your email address will not be published.