Um pouco de mim: Intercâmbio na Itália

Oi pessoal!

Hoje quero contar para vocês uma importante fase da minha vida em 2011. Durante 10 meses eu morei em Milão.
Eu tive a oportunidade de participar de  um programa de convênio recém inaugurado entre a UEL e a Politecnico di Milano. Várias colegas se inscreveram pra tentar a bolsa e, como só tinham duas vagas, houve uma espécie de concurso com várias etapas como análise do histórico, a fluência no idioma e testes psicológicos.

Quando eu entrei na faculdade já tinha o sonho de estudar especificamente em Milão, por isso logo comecei aulas de italiano, o que foi um diferencial para eu conseguir a vaga.

Eu consegui a bolsa pra estudar Design na Politecnico e também fiz um estágio com a Designer Nanni Strada, que admiro muito! A melhor parte da instituição era a de poder escolher quais disciplinas eu queria cursar. A universidade possui algumas matérias obrigatórias e várias opcionais, inclusive as que permeiam o mundo da arquitetura e engenharia! Essa era a melhor parte, pois eu adoro a interdisciplinaridade que o estudo me permite explorar.

intervambio
Eu frequentava muito a biblioteca da universidade, comprei livros importantes, mas também fui em muitas festas, afinal é importante também vivenciar o local! Morava em um loft bem pequeno com uma amiga da universidade de Milão, a Bell.

Falando nisso, conheci pessoas muito queridas e fundamentais na minha estadia. Sou muito apegada à família e ao meu cotidiano, então romper com a minha rotina em Londrina (que eu adorava) foi difícil. Mas graças à amizade, principalmente da minha amiga Bell, que conseguiu o intercâmbio comigo, logo eu estava apaixonada pelo ambiente.
Além disso pude conhecer várias cidades em países como Grécia, Alemanha, Espanha, França, Inglaterra, Bélgica, Holanda.

Vários momentos me marcaram, me fizeram crescer e me tornar uma pessoa mais segura de mim como profissional, na Itália. Milão me lembra a liberdade que eu sentia de ir e vir, as possibilidades de vivência em design e moda e as coisas aconteciam bem perto de mim. Lembro dos cheiros das padarias maravilhosas, do café, de experimentar o frio, a neve e logo depois o calor absurdo! Sinto saudades das festas, amizades e das viagens maravilhosas que fiz.

Mas o curioso é que quando eu fui pra lá não levei materiais de desenho. De certa forma eu estava desconectada de algo que eu só fui descobrir depois que me fazia muita falta: as ilustrações.

Eu me lembro da ânsia que eu senti em voltar a desenhar, da minha ida às papelarias e lojas de desenho pra comprar meus marcadores, papéis e lápis de cor. E o que me deixa mais emocionada e com saudade: lembro dos meus primeiros traços, soltos e descompromissados. Foi um momento de reconexão com o que me fazia ser mais eu. Foi uma fase importante para eu me definir como artista e a partir daí nunca mais parei!

1 Comment

  1. by Thaís Britta on 09/11/2015  16:35 Responder

    Intercâmbio merecidíssimo!!

    Te admiro muuuito, Camila <3

    BeijOos e muita luz p vc*

Leave a reply

Your email address will not be published.